O significado da fórmula "por causa de Cristo". Uma abordagem sobre a experiência da justificação a partir da Confissão de Augsburgo-IV

Euler Renato Westphal

Resumo


A Igreja, ao longo dos séculos, correu o risco de colocar temas derivados da cristologia no lugar da pessoa de Jesus Cristo e não reconhecer devidamente o que é central e o que não é. A intenção deste estudo é mostrar que a CA aponta para o que é central para a vida da Igreja, que o consolo e a radicalidade da graça pressupõem a doutrina das duas Naturezas de Cristo. A fórmula “por causa de Cristo” aponta para a experiência da justificação, pois na morte vicária do Deus-Filho fomos aceitos de forma incondicional. Nesse contexto, a Igreja cristã tem uma tarefa ímpar, que é a proclamação do amor de Deus, que se fez gente e que amou incondicionalmente homens e mulheres, fracos e fortes, cristãos e pagãos, desde que o “por causa de Cristo” seja recebido por meio da fé.

Palavras-chave


Justificação; Igreja Luterana; Doutrina; Confissão de Augsburgo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v43i1.583

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400