POPULAÇÃO NEGRA E O ACESSO À TERRA NO RIO GRANDE DO SUL DURANTE O PERÍODO ESCRAVISTA

Luciano Costa Gomes

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo elaborar um quadro analítico sobre as formas de acesso à terra disponíveis à população negra durante o período escravista no Rio Grande do Sul. A metodologia empregada é a da discussão bibliográfica, comparando-se descobertas relativas ao nordeste e sudeste do Brasil com as relativas ao Rio Grande do Sul.  Distinguem-se os meios formais e informais de acesso à terra e salienta-se a importância das relações sociais no processo de constituição de famílias e comunidades negras produtoras e autônomas. Deseja-se, enfim, elaborar uma reflexão que contribua para o estudo da escravidão e dos sistemas agrários no Brasil.


Palavras-chave


Acesso à terra. Escravidão e liberdade. História rural

Texto completo:

PDF


ISSN 1676-9570 (impresso - ENCERRADO)

ISSN 2178-437X (eletrônico)

Licença Creative Commons
O trabalho identidade! de http://www.est.edu.br/periodicos/index.php/identidade foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada

 


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400