Considerações sobre o batismo à luz do rebatismo e da teologia anabatista

Marcos Kruse

Resumo


O artigo trata dos aspectos relacionados à prática do rebatismo. Como o assunto depende da própria fundamentação em tomo do batismo, é necessária uma abordagem ampla, que compreenda o próprio significado do batismo. A ótica do artigo parte das possibilidades de diálogo entre a teologia luterana e a anabatista. Entende o autor que o anabatismo é uma prática não muito adequada. Entretanto, na consideração dos fatores envolvidos, o rebatismo não deve ser visto como um problema doutrinal que justifique anátemas. O rebatismo é, antes, um problema de ordem psicológica.

Palavras-chave


Batismo; Rebatismo; Anabatistas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v40i2.689

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400