Cristologia do Espírito: do triplo ministério de Cristo à tripla feição do Reino de Deus

Michael Welker

Resumo


O artigo analisa a relação entre o poder de Deus criador e recriador e o poder
do Espírito Santo em Jesus Cristo e por meio dele. Para analisar o tema, propõe duas noções-chave propostas pelo reformador de Genebra, João Calvino. Segundo Calvino, o Espírito Santo precisa ser compreendido em estreita relação com a cristologia: Jesus Cristo é o Espírito Santo. Dessa centralidade de Cristo segue a pergunta: Para que Cristo foi enviado ao mundo? A resposta a isso é dada por Calvino através da doutrina do triplo ministério de Cristo (munus triplex Christi), que possibilita a compreensão da atuação pública e escatológica de Cristo, afl orando conexões com a tradição veterotestamentária, evidenciando linhas de continuidade entre as atuações pré-pascal e pós-pascal de Jesus Cristo, mas também a atuação de reis, sacerdotes e profetas, evocados no Novo Testamento.

Palavras-chave


Cristologia; Pneumatologia Calvino; Ministério

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v53i1.616

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400