Parentalidade Divina e Práxis Pastoral: o ser humano diante de Deus, o ministério pastoral como feminino e masculino e a Igreja diante da família contemporânea

Helmut Renders

Resumo


A descrição da "primeira" pessoa da Trindade como "parent" é uma antiga metáfora inglesa, abordada até hoje. O artigo discute a metáfora e desdobra seu potencial discutindo a relação entre o ser humano e o Deus parent, refletindo sobre clichês enquanto o ministério pastoral como feminino e masculino e enquanto a família na sua diversidade no século 21.

Palavras-chave


Deus parent; Trindade; parentalidade; ministério pastoral; imaginário religioso; filiação divina; maturidade cristã.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v51i1.55

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400