Conversão no contexto inter-religioso: uma perspectiva missiológica

Christine Lienemann-Perrin

Resumo


A desistência da missão para fora da própria igreja parece ser um passo lógico em tempos do pluralismo religioso e do diálogo inter-religioso, como está em evidência na Europa da modernidade tardia. Contudo, tornou-se mais e mais freqüente a troca de religião, chegando a uma situação de grande mobilidade e flexibilização religiosa, cujos múltiplos motivos e formas são explicitados neste artigo. Constatando a pluralidade de modelos da conversão no próprio Novo Testamento, a autora promove retomar o diálogo com evangelicais e pentecostais, evitando a costumária rigidez conversionista. Por outro lado, é contrária à exclusão da temática do diálogo entre religiões. Por fim, ressalva a importância da participação da missiologia nos estudos interdisciplinares, especialmente póscoloniais.

Palavras-chave


Conversão; Cristianismo e outras religiões; Missões

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v45i2.540

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400