Religião e culto em 3D: o filme Avatar como vivência religiosa e as implicações disso para a teologia prática

Júlio Cézar Adam

Resumo


O artigo busca entender e analisar o filme Avatar como um exemplo de entrelace implícito entre religião e cultura popular, sendo essa relação parte de um fenômeno maior chamado “religião vivida” ou “religião fora da religião institucional” e algo relevante para a teologia prática e, em especial, para o culto cristão.


Palavras-chave


Cultura popular; Cinema; Religião vivida; Culto cristão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v50i1.46

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400