Associativismo e protestantismo na imigração e colonização: o caso da Associação Gustavo Adolfo

Ricardo Willy Rieth

Resumo


O artigo aborda o associativismo e o protestantismo no contexto da imigração alemã no Brasil de meados do século XIX até as primeiras décadas do século XX, tendo em vista sua interrelação. Pergunta pelas origens e constituição do associativismo na Alemanha do século XIX, priorizando seus reflexos no universo protestante. A partir do exemplo da Associação Gustavo Adolfo ("Gustav-Adolf-Verein"), analisa como o movimento associativista voltado à diáspora protestante teve desdobramentos em comunidades e setores protestantes no Brasil.


Palavras-chave


Associativismo; Protestantismo; Imigração alemã no Brasil; Associação Gustavo Adolfo; Gustav-Adolf-Verein

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v47i2.445

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400