Cristianismo de libertação: fracasso de uma utopia?

Jung Mo Sung

Resumo


A partir da memória de uma pessoa que dedicou a vida inteira aos mais pobres e que se vê em crise diante da contradição que há entre as teologias que alimentam a sua fé e a realidade de sofrimento dos pobres, o artigo analisa três tipos de respostas dadas à não-realização das expectativas utópicas do cristianismo de libertação: a) a reafirmação das “verdades metafísicas” sobre a utopia de libertação dos pobres; b) a crítica à ilusão transcendental da modernidade presente também no cristianismo de libertação; c) fidelidade à causa dos pobres baseada na experiência espiritualdo encontro com o pobre, mesmo sem uma solução à crise da teologia.


Palavras-chave


Cristianismo; Libertação; Utopia; Teologia da Libertação; Liberdade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v48i1.398

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400