Esperança no horizonte do pensar sacramental: uma abordagem da escatologia de Leonardo Boff em perspectiva protestante

Claus Schwambach

Resumo


O presente artigo apresenta algumas das principais contribuições de Leonardo Boff para a escatologia cristã, dando destaque para a influência do pensar sacramental no todo de sua teologia. Além disso, o artigo procura articular uma crítica ao pensar sacramental de Boff em suas implicações para a teologia e, em especial, para a escatologia, a partir do ponto de vista da teologia luterana. O resultado é o ensaio de um diálogo crítico entre a escatologia de Boff e a da Reforma, em especial, a de Lutero, conforme o ponto de vista da recepção desta pelo autor. Nessa comparação crítica, o autor constata uma série de proximidades. Acima de tudo, entretanto, constata um discenso básico entre as duas formas de teologia, sendo que o autor demonstra as diferenças no contexto da compreensão de escatologia, da inter-relação entre cristologia e escatologia, bem como da escatologia em perspectiva antropológica. A crítica que advém da teologia luterana à teologia de Boff deixa-se resumir na expressão theologia gloriae, que o autor contrasta com a theologia crucis de Lutero.


Palavras-chave


Escatologia; Utopia e esperança; Teologia de Leonardo Boff; Morte; Ressurreição dos mortos; Teologia da Libertação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v48i2.389

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400