“A santíssima Trindade é a melhor comunidade”: trindade, igreja, sociedade civil

Rudolf von Sinner

Resumo


O presente texto estuda a teologia trinitária de Leonardo Boff em relação ao contexto brasileiro na e após a transição democrática. Explora a história política recente e o lugar da sociedade civil e das igrejas dentro dela. Em seguida, apresenta a teologia trinitária social e cósmica de Leonardo Boff. Num terceiro passo, busca relacionar a função crítica e construtiva (“inspiradora”) de uma doutrina trinitária pericorética com os desafios da sociedade brasileira, enfatizando quatro aspectos tidos como fundamentais para a contribuição das igrejas para a democracia, motivados pela fé: alteridade, participação, confiança e coerência. Não pretende fazer deduções ou induções simplistas, mas identificar traços de Deus enquanto trindade que sejam fundamentais para que os seres humanos não somente coexistam, mas também interajam em comunhão, buscando a convivência. Como é uma democracia amplamente participativa a que visa o engajamento pela cidadania, e como as igrejas fazem parte da sociedade civil, o pensamento trinitário em relação à sociedade como um todo pode de fato estimular e inspirar atores da sociedade civil, inclusive além das igrejas.


Palavras-chave


Trindade; Leonardo Boff; Transição democrática; Cidadania; Sociedade civil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v48i2.388

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400