Método histórico-crítico: um olhar em perspectiva

Flavio Schmitt

Resumo


A origem do Método Histórico-Crítico está diretamente ligada à leitura científica da Bíblia. Não obstante a leitura científica da Bíblia praticada, especialmente nos centros de formação acadêmica, existem inúmeras outras formas de lidar com um texto bíblico, inclusive na perspectiva científica. Contudo, uma certa pretensão de hegemonia tem colocado o Método Histórico-Crítico no centro do alvo de inúmeras polêmicas, desde a relativização do objeto com o qual o método se ocupa, passando pelo distanciamento provocado com a realidade eclesial, até a acusação de ateísmo. Usuários do Método Histórico-Crítico o entendem como científico, racional e acadêmico. Críticos o apontam como moderno, liberal e profano. Embora o locus privilegiado do método seja a academia e os centros de pesquisa bíblica, os aportes do método pretendem estar a serviço da Igreja e de sua causa. Este artigo discute aspectos relacionados com o Método Histórico-Crítico e sua compreensão. Primeiramente investiga a origem e desenvolvimento do método. Na sequência discute algumas características do mesmo. Por fim, aponta elementos a serem considerados na compreensão e emprego do método. Trata-se de um trabalho de revisão bibliográfica que tem como objetivo contribuir na discussão acerca do instrumental de estudo e interpretação da Bíblia.


Palavras-chave


Método Histórico-crítico; Exegese; Bíblia; Ciência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v59i2.3780

Direitos autorais 2019 Flavio Schmitt

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400