Um novo Kairós – a epidemia do HIV como o momento de oportunidade?

Gunilla Hallonsten

Resumo


O artigo enfatiza a importância do signifi cado do contexto para o HIV e a teologia analisados pelo método da análise sociológica crítica. Expõe como e por que os teólogos e as teólogas podem desafiar os fatores que contribuem para a propagação do HIV, especialmente em relação à desigualdade de gênero. O artigo defende o significado teológico deste momento, o kairós, do desafi o global do HIV. A existência do silêncio e da estigmatização relacionada ao HIV nas igrejas é problematizada, e isso é desdobrado mediante o discurso feminista e sociológico da interseccionalidade e relacionado com a vulnerabilidade. Para concluir, expõe-se a necessidade de reciprocidade e diálogo teológico entre o Norte e o Sul sobre o HIV, para desenvolver as ferramentas necessárias para a análise teológica da época atual e para a análise das comunidades em que vivemos.

Palavras-chave


HIV; Kairós; Interseccionalidade; Estigmatização relacionada ao HIV

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v52i2.355

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400