A antropogênese entre a teologia e a ontologia: dispositivo ontológico e forma-de-vida

Marcus Vinicius de Souza Nunes, Vicente Artuso

Resumo


Os escritos do filósofo Giorgio Agamben dialogam com as mais diversas áreas do conhecimento e, dentro do campo filosófico, com as mais diversas escolas. Neste trabalho apresentamos um ponto de articulação entre a obra de Agamben e de Hegel a partir da noção de antropogênese, o processo de engendramento dos conceitos de humano e de vida na ontologia e teologia ocidentais. A compreensão daquilo que Agamben chama “dispositivo ontológico” nos leva ao redimensionamento do papel do pensador, filósofo ou teólogo, na sociedade contemporânea. A ontologia, a teologia, a práxis e a política, formam no Ocidente um único feixe de relações que cabe ser desarticulado para liberar-nos para uma nova forma-de-vida.


Palavras-chave


Ontologia. Dispositivo. Antropogênese. Forma-de-vida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v59i2.3486

Direitos autorais 2019 Marcus Vinicius de Souza Nunes, Vicente Artuso

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400