O testemunho da Graça no contexto da comemoração da Reforma: perspectivas práticas do diálogo católico-luterano

Marcial Maçaneiro, Jefferson Zeferino, Vitor Hugo Lourenço

Resumo


O presente artigo, no horizonte dos 500 anos da Reforma, pensa perspectivas práticas do ecumenismo, em especial a partir do diálogo católico-luterano, mas também a partir de outras ressonâncias eclesiais, como a tradição reformada. Desta forma, apresenta-se o documento Do Conflito à Comunhão (DCAC) em sua constituição teórica, identificando-se a graça como moldura teológica do texto. A partir disso, elabora-se uma recepção católica e protestante, também como forma de contribuição e alargamento da noção de gratuidade expressa no DCAC. Com isso, a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium (EG) e aspectos da teologia de Barth são pensados no horizonte da graça. Como resultado, percebe-se a gratuidade como ponto de partida para a construção de uma ética comum diante de uma possível nova era ecumênica.

Palavras-chave


Reforma; Diálogo Ecumênico; Evangelii Gaudium; Lutero; Barth;

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v58i2.3113

Direitos autorais 2018 Jefferson Zeferino, Marcial Maçaneiro, Vitor Hugo Lourenço

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400