O estigma relacionado ao HIV e à AIDS que desafia comunidades de fé: uma resposta teológica feminista

Denise Ackermann

Resumo


A pandemia global da AIDS gerou estigmas que, geralmente, não ocorrem de forma isolada, mas estão associados, por exemplo, a estereótipos de gênero e patriarcalismos. A partir dessa constatação, este estudo tem como objetivo analisar a natureza do estigma e os desafios que se apresentam para as comunidades de fé oriundos do sofrimento causado pelo HIV e pela AIDS. Analisa-se a natureza do estigma mediante doze observações que se inter-elacionam sob a compreensão do estigma e seu olhar a partir da fé. Considerando ainda a teologia feminista, procura-se apontar para o desafi o do testemunho inclusivo e solidário e de repúdio de todas as formas de estigmas.

Palavras-chave


HIV; AIDS; Estigma; Teologia feminista

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v53i2.309

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400