"Alegres, jubilai!" Lutero e a música

Martin Timóteo Dietz

Resumo


O Reformador Martim Lutero amava a música, e sua trajetória pessoal revela as marcas indeléveis que a música deixou nele. Como amante da música, Lutero refletiu a respeito dela: sua importância para a educação da juventude e para a formação de pastores e professores; a forma como a música deveria ser ensinada; a força da música como consolo e ajuda em momentos difíceis. Além disto, Lutero praticou a música: tocou instrumentos e usou do seu dom de poeta e compositor para criar e traduzir textos, também para compor e adaptar melodias. Essa prática musical de Lutero ocorria no horizonte da compreensão da música como dom de Deus, como instrumento de louvor ao Criador, como canto litúrgico que é expressão do sacerdócio real das pessoas cristãs e como manifestação da ecumenicidade da igreja.

Palavras-chave


Lutero; música; louvor

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v57i2.2980

Direitos autorais 2017 Martin Timóteo Dietz

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400