O processo de exclusão da fé na construção do conhecimento no mundo ocidental

Gustavo Leite Castello Branco, Eunice Simões Lins Gomes

Resumo


Durante séculos a civilização ocidental compreendeu que todo conhecimento era um e que fé e dúvida eram elementos necessários no processo de produção desse conhecimento. Ocorre que o Ocidente, nos últimos cinco séculos, experimentou uma profunda mudança em seu paradigma epistemológico, passando do ideal do conhecimento confiante ao ideal da certeza e deste para a incerteza generalizada. No presente artigo, propomo-nos a analisar o referido processo a que chamamos de "privatização da fé" a partir de acontecimentos históricos e filósofos chave no Ocidente moderno e pós-moderno, buscando apontar suas causas.


Palavras-chave


Privatização da fé. Conhecimento. Espaço Público. Fatos. Crenças. Verdade Pública

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v54i2.1852

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400