A justificação por graça e fé em Paulo e sua relevância hoje

Gottfried Brakemeier

Resumo


Ao redescobrir que Deus justifica o homem somente pela graça e pela fé, Martinho Lutero desencadeou a Reforma do século XVI e, a partir de então, considerou esta doutrina como sendo aquele artigo, com o qual a Igreja permanece ou sucumbe. Quatro séculos depois, as igrejas luteranas continuam falando da justificação, mas elas se defrontam com dificuldades na articulação concreta desta doutrina, para o que especialmente três motivos parecem ser responsáveis.

Palavras-chave


Justificação; Graça; Doutrina; Igreja Luterana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v16i1.1398

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400