A cidade e a torre (Gn 11.1-9): exercícios hermenêuticos

Milton Schwantes

Resumo


Como interpretar a Bíblia? Essa pergunta vem acompanhando os pesquisadores cristãos desde os tempos mais remotos. A interpretação deve ser alegórica, tipológica, dogmatizante, histórico-crítica, simbólica, fundamentalista, sócio-política, existencial, libertadora? Partindo de um dos textos bíblicos mais conhecidos, Gênesis 11.1-9, Milton Schwantes, professor de Antigo Testamento na Faculdade de Teologia da IECLB, faz ‘exercícios hermenêuticos', observa como exegetas, hermeneutas, pregadores expõem o texto, para, então, fazer uma análise própria do texto. O resultado, apresentado ao final do estudo, aponta-nos novas pistas para o estudo e a interpretação de textos bíblicos. Seria bom podermos publicar, oportunamente, impressões e contrapropostas de outros estudiosos das Escrituras em nossa revista.

Palavras-chave


Gênesis 11.1-9; Interpretação bíblica; Cidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v21i2.1331

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400