A Linguagem Trinitária de Gregório Nazianzeno

Maria Freire da Silva

Resumo


O presente artigo reflete sobre a linguagem trinitária de Gregório Nazianzeno, um dos Padres Capadócios. Baseia-se no pressuposto de que os Capadócios partem da reflexão sobre as três pessoas divinas, como primeira realidade. Para eles, as Pessoas significam a existência singular, concreta e individual. Assim sendo, o que lhes permite superar o triteísmo é a consideração da peculiaridade de cada Pessoa, peculiaridade essa sempre definida em relação às outras pessoas, a começar pelo Pai, fonte e origem de toda divindade.

Palavras-chave


hipóstases, ousia, relação, distinção.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v54i2.1160

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400