Educação e expansão da fé cristã

Ismael Forte Valentin

Resumo


A tradição histórica do cristianismo, entre outras afirmações clássicas, atribui à Jerusalém o ponto de partida para a expansão do cristianismo. Afinal, trata-se da "Terra Santa", lugar sagrado para as grandes tradições monoteístas: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo. No entanto, contrariando essas condições, será a cidade de Antioquia referência da primeira comunidade cristã. Além disso, segundo os textos bíblicos e históricos do primeiro século, essa cidade tornou-se o centro da expansão do Evangelho pelo Império Romano. Em razão das características sociais, religiosas e culturais, Antioquia acolheu a mensagem deixada por Jesus Cristo e a transformou em princípios que abalariam definitivamente os alicerces da cultura há séculos difundida pelo Império. O presente artigo apresenta uma discussão introdutória e abrangente sobre o lugar e importância da Educação na vida e missão de Jesus Cristo, bem como a assimilação e difusão dos seus ensinamentos. Metaforicamente, as lentes utilizadas (educar e agir) são fundamentais para compreender a expansão do cristianismo como um processo educativo revolucionário. A partir da pedagogia do Mestre Jesus, o compromisso da comunidade cristã primitiva com os seus ensinamentos e a disposição latente de difundir ideias e práticas, o Cristianismo, em pouco tempo, espalha-se pelo Império Romano. Essa presença deixou marcas indeléveis, as quais estão presentes em nossa cultura ocidental até os dias atuais.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/et.v54i2.1023

Direitos autorais



 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 0101-3130 (impresso) ISSN 2237-6461 (eletrônico)


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400