Culto e espiritualidade pentecostal: uma experiência de fascinação

André Luís da Rosa, Paulo Jonas dos Santos Júnior

Resumo


O presente artigo fará uma breve análise do culto e da espiritualidade pentecostal tendo como referencial teórico a obra O Sagrado, de Rudolf Otto, especialmente o conceito de fascinação, pois, compreendemos que é neste aspecto da experiência do sagrado para Otto que se enquadra, principalmente, a experiência religiosa do pentecostalismo. Para tanto, no primeiro momento, se apresentará a questão da experiência na espiritualidade pentecostal e sua intenção originária. Na sequência, se analisará a vivência da espiritualidade pentecostal organizada no culto. E, por fim, se apontará brevemente alguns desdobramentos históricos da experiência religiosa no pentecostalismo.


Palavras-chave


Culto; Espiritualidade; Experiência Religiosa; Pentecostalismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v44i1.3247

Direitos autorais 2018 Protestantismo em Revista

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400