A relação entre Hebreus e as práticas da Sinagoga: um estudo sobre o pano de fundo conceitual de Hebreus

Adriani Milli Rodrigues, André Luiz Vasconcelos

Resumo


O presente artigo tem como objetivo trazer a relação entre a epístola de Hebreus e as práticas da sinagoga para a discussão a respeito do pano de fundo conceitual desta epístola. Para que isto fosse possível, fez-se necessário realizar uma breve análise das duas principais propostas na literatura contemporânea: o médio-platonismo de Filo e o judaísmo palestino de Qumran. Tendo constatado que o Sitz im Leben de Hebreus é uma homilia pregada na sinagoga e que o autor de Hebreus valeu-se de métodos de exegese rabínica, concluiu-se que a prática da sinagoga fazia parte da imagética do autor de Hebreus. Com base nisso, é então sugerido que este fato seja levado em consideração no debate acerca de seu respectivo contexto intelectual.

Palavras-chave


Hebreus; pano de fundo conceitual; liturgia; sinagoga; hermenêutica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v43i2.2973


Direitos autorais 2018 Protestantismo em Revista

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400