A identidade do Evangelicalismo Latino-Americano: Uma análise a partir Conferência de Lausanne (1974)

Ana Rosa Cloclet da Silva, Eduardo Vagner Santos Simões

Resumo


O presente artigo analisa a formação da identidade evangelical latino-americana a partir de seus contingentes históricos, na segunda metade do século XX. Especificamente, partindo do problema semântico que, atualmente, envolve o termo “evangélico”, situa as singularidades do discurso que institui as bases teológicas e a missiologia do movimento, nos marcos de 1950-1974. Baseado no instrumental teórico de Bourdieu, acerca do conceito de “campo religioso”, desenvolve uma abordagem histórica do contexto no qual configuraram-se os referenciais identitários do evangelicalismo latino-americano, culminando com a análise das preleções proferidas no Congresso de Lausanne (1974), um momento decisivo na maturidade da identidade evangelical

Palavras-chave


evangelicalismo; ecumenismo; fundamentalismo; missão integral; Conferência de Lausanne

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v43i01.2920

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais 2017 Protestantismo em Revista

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400