O papel de transformação social da igreja angolana pós-guerra civil

José Afonso Sebastião, Nelson Kilpp

Resumo


: O presente artigo tem como objetivo refletir sobre o papel da igreja angolana na transformação social do país em um contexto de pós-guerra civil (2002 ao atual momento). O conflito armado assolou o país por quase 30 anos. Em 1961, teve início a guerra de libertação colonial, que terminou em 1974. Na sequência, três movimentos entraram em choque pelo controle do país, dando início, assim, a uma terrível guerra civil que teve seu término em 2002. O artigo está dividido em 3 partes. Na primeira apresentamos de maneira sucinta as raízes e as consequências do conflito armado e os desafios sociais no pós-guerra. Analisamos também a postura da igreja no período de guerra. Na segunda parte falamos sobre o papel da igreja em um contexto de pós-guerra. Para tal, utilizamos o conceito de diaconia como ação transformadora, seu caráter prático e a relação existente entre diaconia, missão e ação social. Por fim, apresentamos a diaconia em Jesus, enfatizando dois aspectos: sua dimensão profética e curadora, no intuito de propor o papel da igreja angolana no pós-guerra.

Palavras-chave


Igreja Angolana, Pós-Guerra, Diaconia, Transformação Social.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v43i01.2862

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais 2017

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400