Céu: fato ou ficção? Uma abordagem histórico-bíblica-teológica

Tiago Dias de Souza

Resumo


O texto tem como objetivo descrever o desenvolvimento histórico-bíblico-teológico do conceito de céu desde a antiguidade até a contemporaneidade. O trabalho é resultado de uma pesquisa bibliográfica e documental, com tratamento qualitativo dos dados. As civilizações – desde as mais antigas - desenvolveram no decorrer dos tempos uma maneira típica de pensar e falar sobre o céu, tendo como elemento comum o padrão do céu como morada da “Suprema divindade”. Independente de lugar ou religião, o céu sempre foi um contraste daquilo que se vive aqui neste mundo. O estudo indicou que a noção de céu não é apenas algo que pertence à religião cristã, ele está relacionado a povos e culturas desde as mais remotas até as atuais. No entanto, no decorrer dos tempos e em especifico neste século presente, o que notamos é uma forte ênfase em espiritualizar o céu, deixando este de ser um lugar.


Palavras-chave


Céu. Vida eterna. Igreja.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v43i01.2855


Direitos autorais 2017 Protestantismo em Revista

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400