Democracia e fundamentalismo político-religioso

José Neivaldo Souza

Resumo


O objetivo deste ensaio é refletir, a partir da crise política e econômica vivida no Brasil, sobre o problema da democracia e o uso corrente que se faz deste termo a fim de justificar uma ideologia elitista e conservadora. Em primeiro lugar, pensar a democracia face aos desafios da política brasileira. Em segundo lugar, o quanto o fundamentalismo religioso se aproveita deste momento para se engajar no poder. E por último, abordar o tripé do fundamentalismo político-religioso, revelando sua força diante da opinião popular. Algumas referências ajudarão a pensar este momento, em particular o texto de Norberto Bobbio sobre Qual democracia? 


Palavras-chave


Democracia; fundamentalismo; política; religião

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v43i01.2788


Direitos autorais 2017

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400