Espiritualidade educativa bioglobal: Uma pedagogia para a vida

Frâncel dos S. Marzok Freitas

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a noção de uma espiritualidade educativa bioglobal por meio do pensamento do pensador brasileiro Leonardo Boff em suas implicações ecológicas, e elencar possibilidades a uma forma de educação que valorize as relações intersubjetivas entre os seres humanos e entre estes com a natureza e com o cosmos. Boff é um pensador interdisciplinar que dialoga com as ciências sociais e com os conhecimentos advindos das ciências naturais e com a mística franciscana, por isso, seu pensamento aporta vieses os mais amplos possíveis e relevantes no que diz respeito aos temas relacionados àquilo que vem sendo chamada de “consciência planetária”, uma forma de percepção de que a vida em comunidade necessita de um respeito pela natureza para além de uma simples manutenção de um status ecológico, mas antes se pauta pelo diálogo em ação, melhor dizendo: pela interrelacionalidade do Eu e do Tu com o Isso, segundo as necessidades contextuais.

Palavras-chave


Leonardo Boff; Espiritualidade Educativa Bioglobal; Educação; Espiritualidade

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v42i0.2757

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais 2016 Protestantismo em Revista

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400